Imprimir

Auto da Barca do Inferno encenado no AMCP

5685

Na tarde de dia 5 de dezembro, 150 alunos dos Agrupamentos de Escolas de Vila Nova de Paiva, Tarouca e Aguiar da Beira, assistiram à representação do Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente, pela companhia Cabeças no Ar e Pés na Terra.

Representado pela primeira vez em 1517, o Auto da Barca do Inferno, tem como ação o julgamento num cais, onde os juízes, um Anjo e um Diabo, discutem quem entrará na barca de cada um, condenando os seus passageiros à viagem para o Céu ou para o Inferno.

Por lá passa a representação de toda a sociedade portuguesa da época; desde o Fidalgo ao Parvo, figura recorrente da obra de Gil Vicente e, no final, o Diabo é quem leva mais passageiros na barca.

5690 5698 5705 5707 5712
5715 5720 5722 5725 5729